HIPERTIREOIDISMO x HIPOTIREOIDISMO: O que isso pode fazer contigo!

Como já destacado mais de uma vez neste site, os hormônios devem estar em concentração precisa para o pleno funcionamento da máquina humana. Isto significa se a concentração de um hormônio estiver diminuta ou aumentada, o corpo não desempenhará algumas funções normais ou vitais desencadeando desde problemas estéticos à problemas mais sérios, necessitando de reposição do hormônio. 
Veja mais sobre os Hormônios: Hormônios e o corpo humano

HIPER x HIPO

São os dois prefixos mais usados em situações encontradas na área de saúde. Hiper tem relação a algo exacerbado, que extravasa o limiar, Hipo é antagônico ao Hiper, pois caracteriza a falta, deficiência. E, no caso das irregularidades destacadas no título, esta definição se perpetua definindo a oposição aos sinais e sintomas dos dois termos.
Os hormônios Tireoidianos estão intimamente relacionados ao metabolismo. o que significa que ele é indispensável ao corpo humano. Sua ação age na transcrição celular, impondo um ritmo e ordenando às células a aumentarem o catabolismo e o anabolismo.
Veja mais: Bócio: Veja como evitar esta doença

HIPOTIREOIDISMO

Confere na deficiência do hormônio tireoidiano, as pessoas com este distúrbio são mais gordinhas que as pessoas com hipertireoidismo. Dentre as modificações estão:
  • Diminuição do metabolismo basal;
  • Pessoas com maior irritabilidade;
  • Retardo no crescimento (criança);
  • Intolerância ao frio;
  • Aumento da massa corpórea;
  • Cretinismo (hipotireoidismo congênito)
  • Pode levar ao coma e morte;

Pela deficiência do hormônio, as pessoas que possuem esta desregulação são ligeiramente mais gordinhas 

HIPERTIREOIDISMO

É característico de pessoas hiperativas e pessoas magras, que não possuem tecido adiposo em níveis “normais”. Outras modificações são:
  • Aumento no metabolismo basal;
  • Aumento na frequência cardíaca e respiratória;
  • Aumento no consumo de oxigênio;
  • Aumento no consumo de reservas energéticas do nosso corpo (glicogênios);
  •   Aumento na temperatura corpórea;;
  • Intolerância ao calor;
  • Perda de cálcio ósseo;
  • Pessoas com disfunções psíquicas: paranoia, insônia, fobias, ansiedade. 

Uma das características do hipertireoidismo é a hipercinesia
   

   TRATAMENTO

 No caso do Hipertireoidismo, o tratamento pode ser realizado com drogas antitireoidianas, administração de radioiodoterapia ou cirurgia de acordo com a etiologia da tireotoxicose, as características clínicas, disponibilidade local de métodos e preferências do médico-assistente e paciente.
Já no hipotireoidismo, tratamento com levotiroxina foi recomendado para todos os pacientes com HSC persistente com níveis séricos do TSH > 10 mU/L e para alguns subgrupos especiais de pacientes.
Fontes bibliográficas

A vida só se compreende mediante um retorno ao passado, mas só se vive para diante.
Soren Kierkegaard, retirado de “Pensador

Fonte: https://www.kingcobra.com.br/hipertireoidismo-x-hipotireoidismo-o-que-isso-pode-fazer-contigo/

Nenhum comentário